Orçamentos

Blog

Fique por dentro das novidades da zoeweb e da tenologia de streaming

É possível observar que os games estão espalhados por diversas áreas que relacionam com a cultura pop: estão na música, na televisão e nos esportes. Ao contrário do que a grande maioria pensa, seu apelo atualmente ultrapassa o estereótipo: não são apenas jovens do sexo masculino que se interessam pelo assunto.
 
Dados do Youtube indicam que, cada vez mais, as mulheres assistem a vídeos sobre jogos. Do ponto de vista de anunciantes, esse conteúdo é uma oportunidade única que proporciona engajamento e alcance.
 
Sua marca pode nem estar diretamente relacionada à indústria dos games, mas é importante você conhecer mais sobre esse tema que decolou no YouTube e várias outras redes de distribuição de conteúdo. Os games podem fazer parte de uma estratégia de comunicação bem-sucedida.
 
A geração dos Millenials, que hoje está na faixa dos 18 aos 34 anos, cresceu tendo os games como parte do seu dia a dia. Para este segmento da sociedade, um console de videogame é tão comum quanto um aparelho de televisão. São essas pessoas que, hoje em dia, mais consome conteúdos do YouTube. Devido a esta convergência o resultado é uma abundância de conteúdos relacionados a jogos que podem ser explorados por empresários e profissionais de comunicação.
 
Uma pesquisa da Nielsen aponta que 64% dos americanos jogam videogame em algum tipo de dispositivo. No Brasil, o Ibope mostra que o mercado de games é representado por cerca de 45,2 milhões de jogadores, sendo estes assíduos ou eventuais. Essas pessoas passam, em média, quatro horas por semana jogando.
 
O lançamento de um jogo pode atrair tanta gente quanto o de um blockbuster do cinema nos dias de hoje. A produção de maior bilheteria de 2014 foi “Transformers 4: A Era da Extinção”. Nas 15 semanas de exibição, o filme arrecadou mais de US$ 1 bilhão ao redor do mundo. Em comparação, o game “Grand Theft Auto V” ultrapassou esse valor apenas uma semana após seu lançamento tornando-se o produto de entretenimento mais vendido da história, segundo o Guiness World Records.
 
Todo esse interesse pelos games naturalmente se reflete no YouTube. O nível de engajamento e o tempo gasto com conteúdos relacionados a jogos é um alerta para o fenômeno de consumo neste mercado. O conteúdo relacionado a games abrange uma infinidade de vídeos com diferente temas: novidades e comentários sobre jogos, vídeos explicativos, pessoas jogando conversa fora enquanto jogam e, claro, campeonatos profissionais. Essa última categoria é uma das que mais crescem. Assim como em esportes profissionais (basquete, futebol e vários outros), essas competições on-line têm jogadores idolatrados, fãs e uniformes.
 
Com todos estes dados é possível observar um grande engajamento e retorno por parte destes usuários. Este é um público cativo. Dos 100 maiores canais do Youtube mais de 20 são relacionados a jogos, o que indica que o consumo deste tipo de produto é muito alto.