Orçamentos

Blog

Fique por dentro das novidades da zoeweb e da tenologia de streaming

Em 2014, a reprodução de conteúdos de vídeo foi responsável por 64% de todo o tráfego de internet no mundo. De acordo com um relatório recente da CISCO, a previsão é que daqui 4 anos, em 2019, os números sejam ainda mais surpreendentes.

É esperado que os vídeos online sejam responsáveis por quatro quintos do tráfego mundial de Internet. Nos Estados Unidos, por exemplo, as estatísticas indicam que o tráfego de vídeos se apresentará como 85% do tráfego geral de internet em todo o mundo.

É interessante pontuar que este aumento não se deve exclusivamente ao fato da popularidade dos serviços de streaming estar aumentando gradualmente, mas também ao grande aumento do número de pessoas conectadas à Internet em todo o mundo.

A expectativa é que daqui 4 anos mais da metade do planeta já terá acesso a Internet, além de que o número de dispositivos capazes de acessar ferramentas da web serão, neste mesmo prazo, três vezes maior do que a população global.Ou seja: não é só o consumo de vídeos que está aumentando, mas sim todo o consumo relacionado à Internet.

Em estudos recentes, o IAB confirmou que diversos espectadores estão acessando vídeos através de dispositivos móveis,  o que faz com que cerca da metade do consumo diário de mídia digital seja feito por meio de smartphones e tablets.

E quais são as tendências de consumo para vídeos online baseado nestas estatísticas citadas anteriormente?

Compreende-se que o novo grande fluxo de usuários vai procurar qualidade nos produtos que consome. Sendo assim, os serviços de streaming devem alimentar este crescimento tendo como padrão de qualidade o vídeo 4K.

Além disso também é interessante se preocupar com a qualidade das conexões e redes de dados utilizadas. Isso é essencial pois o tráfego global pode chegar a 2 zettabytes (100 trilhões de gigabytes), sendo que subirá para 66% o tráfego de dispositivos sem fio e dispositivos mobile.

Em 2019, a cada segundo, serão quase um milhão de minutos de conteúdo em vídeo cruzando as redes. Para ter uma perspectiva, uma única pessoa levaria por volta de 5 milhões de anos para ver a quantidade de vídeo que vai atravessar a rede em um único mês.

Além disso o consumidor de tráfego VoD irá quase dobrar até esta data, para o equivalente a 7 bilhões de DVDs por mês.

Então, baseado em estatísticas e estudos bem recentes, percebe-se que o tráfego de vídeo através da internet vai dominar os demais tipos de consumo de banda, aparecendo como um grande investimento no mercado global.

Com a Internet se tornando cada vez mais importante (e maior), as demandas em infraestrutura também aumentarão cada vez mais.

Reproduções de vídeos dominam o tráfego mundial de Internet rodape